Categorias
Desenvolvimento sustentável Educação para o Desenvolvimento Sustentável Education for Sustainable Development Higher Education Integral Human Development Objetivos de desenvolvimento sustentáveis Sustainable development Sustainable development goals

The role of European universities for the sustainable transformation of society

 

O papel das universidades europeias para uma transformação sustentável da sociedade


Torna-se, ainda, fundamental mapear as iniciativas que evidenciam resposta aos diferentes objetivos de desenvolvimento sustentável e a construção de pontes entre as instituições de ensino tal como sugerido pelo trabalho de Valdés and Comendador (2022), sugerindo a investigação futura sobre as melhores práticas destas alianças e o aprofundamento dos fatores diferenciais e comuns nas melhores práticas.


Nos últimos anos tem-se intensificado os trabalhos que destacam o papel da educação para o desenvolvimento sustentável e alcance dos objetivos de desenvolvimento sustentável, particularmente sobre a responsabilidade do ensino superior e desse reconhecimento – Instituições de Ensino Superior Sustentáveis (Aleixo et al., 2018) – ao seu prestígio e reputação (Žalėnienė & Pereira, 2021), nomeadamente do seu destaque entre concorrentes diretos (politécnicos e universidades portugueses) e indiretos (instituições de ensino superior estrangeiras).

Num mundo global onde a competitividade entre as instituições de ensino superior é cada vez maior torna-se essencial destacar o que as distingue junto dos seus principais stakeholders, nomeadamente junto dos seus estudantes (futuros estudantes, estudantes e antigos estudantes) e de colaboradores (corpo docente e não docente).

As dificuldades que enfrentam para permanecer no mercado são cada vez maiores e, com reduzido orçamento estatal torna-se urgente procurarem novas formas de autofinanciamento, nomeadamente através da apresentação de candidaturas a programas nacionais e internacionais e no desenvolvimento da prestação de serviços com a comunidade. Perante isto, e como forma de se distinguir das demais, a internacionalização apresenta-se como uma forma de alavancar esse financiamento, nomeadamente através do desenvolvimento de parcerias estratégicas que poderão potenciar novos projetos (por exemplo, através do Programa Horizonte Europa), e encorajar a mobilidade entre países, tanto entre estudantes como entre colaboradores e assim fomentar a sua promoção junto dos seus concorrentes mais diretos (instituições portugueses), além de se destacar perante os seus parceiros internacionais (instituições europeias e internacionais).

As universidades europeias aparecem, em novembro de 2017, como uma proposta da Comissão Europeia aos líderes da União Europeia com o intuito de criar um Espaço Europeu da Educação até 2025. De acordo com o Guia do Programa Erasmus, as universidades europeias surgem assim, no âmbito dos Projetos de Cooperação do Programa Erasmus+, no âmbito da ação Alianças do Conhecimento, e resultam de um apoio financeiro dos programas Erasmus+ e Horizonte 2020 (agora Horizonte Europa) e visam melhorar a qualidade, a inclusão, a digitalização e a atratividade.

As universidades europeias pretendem alcançar os seguintes dois objetivos:

  1. reunir uma nova geração de europeus, que possam cooperar e trabalhar dentro de diferentes culturas europeias e globais, em diferentes línguas, e além-fronteiras, sectores e disciplinas académicas.
  2. alcançar a qualidade, desempenho, atratividade e competitividade internacional, e contribuir para a economia europeia do conhecimento, emprego, cultura, envolvimento cívico e bem-estar.

As universidades europeias incluem todos os tipos de instituições de ensino superior e respondem a uma visão de longo prazo para a transformação da cooperação e alcance dos seguintes objetivos até 2025:

  1. Partilhar uma estratégia integrada e conjunta a longo prazo para a educação;
  2. Estabelecer um “campus” interuniversitário europeu do ensino superior; e
  3. Construir equipas europeias de criação de conhecimento (“abordagem baseada em desafios”) de estudantes e académicos.

De acordo com o Erasmus+ (Erasmus+ Portugal, 2022), em 2019 (1.ª convocatória) foram selecionadas as primeiras dezassete alianças de instituições de ensino superior e em 2020 (2.ª convocatória) vinte e quatro novas instituições reforçam o Espaço Europeu da Educação. Na primeira convocatória (2019), 3 instituições portuguesas (Universidade de Lisboa, Universidade do Porto e a Universidade de Aveiro) integram 3 dos dezassete projetos aprovados. Além disso, na segunda convocatória (2020), 7 instituições portuguesas (Universidade de Coimbra, Universidade da Beira Interior, Instituto Politécnico de Leiria, Instituto Politécnico do Porto, Instituto Politécnico de Setúbal, Instituto Politécnico de Cavado e Ave e Universidade Lusófona) integram 6 dos vinte e quatro projetos aprovados. Os resultados de 2022 já são conhecidos e dezasseis universidades pré-existentes continuarão a receber apoio e surgem mais 4 novas alianças e 3 novas instituições nacionais (Instituto Politécnico de Coimbra, Universidade de Évora e Universidade NOVA).

Ao longo dos diferentes documentos da Comissão, as diversas prioridades das visões transdisciplinares a longo prazo incluem questões de desenvolvimento sustentável tais como: Biodiversidade, Crescimento Azul Sustentável, Proteção do Clima, Saúde Global, incluindo a referência aos próprios Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Face ao exposto, torna-se essencial analisar como as universidades europeias planeiam responder a este repto com ações e iniciativas que possam vincular e replicar estas prioridades numa ação de longo prazo.

Existem quarenta e quatro universidades europeias, incluindo diferentes países, culturas e metodologias que são orientadas para o bem comum, em termos de facilitar, nas diferentes regiões, uma  resposta aos objetivos de desenvolvimentos sustentável – “Uma cooperação transnacional mais profunda e mais eficaz no sector do ensino superior em toda a Europa é crucial para sustentar os valores, a identidade e a democracia da União, construindo resiliência da sociedade e economia europeias, e para a construção de um futuro sustentável. Para enfrentar os desafios relacionados com as transições verdes e digitais e com um envelhecimento da população, e para assegurar a capacidade da Europa de impulsionar a tecnologia e competitividade, a Europa precisa de instituições de ensino superior fortemente interligadas” (European Commission, 2022). Face ao exposto, torna-se agora crucial perceber como estas universidades europeias promovem, efetivamente, o desenvolvimento de alianças de cooperação transnacional que respondam ao alcance dos objetivos de desenvolvimento sustentável. Torna-se, ainda, fundamental mapear as iniciativas que evidenciam resposta aos diferentes objetivos de desenvolvimento sustentável e a construção de pontes entre as instituições de ensino tal como sugerido pelo trabalho de Valdés and Comendador (2022), sugerindo a investigação futura sobre as melhores práticas destas alianças e o aprofundamento dos fatores diferenciais e comuns nas melhores práticas. Ainda segundo os autores (Valdés & Comendador, 2022) a concentração das instituições na europa apresenta-se como uma das fragilidades do programa, pelo que a participação fora União Europeia deverá ser incentivada.

 

Referências

Aleixo, A. M., Leal, S., & Azeiteiro, U. (2018). Conceptualizations of sustainability in Portuguese higher education: roles, barriers and challenges toward sustainability. Journal of Cleaner Production, 172, 1664-1673. https://doi.org/http://dx.doi.org/10.1016/j.jclepro.2016.11.010

Erasmus+ Portugal. (2022). Alianças Existentes: Lista completa de Universidades Europeias. Retrieved 12 de Outubro de 2022 from https://erasmusmais.pt/destaques/universidades-europeias/#1646328143593-443fedc8-d5c9d043-5540

European Commission. (2019). What is Horizon 2020? Retrieved January from https://ec.europa.eu/programmes/horizon2020/what-horizon-2020

European Commission. (2022). Proposal for a COUNCIL RECOMMENDATION on building bridges for effective European higher education cooperation. https://eur-lex.europa.eu/legal-content/EN/TXT/PDF/?uri=CELEX:52022DC0017

Valdés, R. M. A., & Comendador, V. F. G. (2022). European Universities Initiative: How Universities May Contribute to a More Sustainable Society. Sustainability, 14(1), 471. https://www.mdpi.com/2071-1050/14/1/471

Žalėnienė, I., & Pereira, P. (2021). Higher Education For Sustainability: A Global Perspective.



Citar este post
Ana Marta Aleixo (2022, 18 Outubro). The role of European universities for the sustainable transformation of society. Desenvolvimento Humano Integral. Recuperado em 22 de Junho de 2024, de https://doi.org/10.58079/nkvb

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Pesquisar OpenEdition Search

Você sera redirecionado para OpenEdition Search